EXPLORAR
EN

A ARTE DE SER UMA ILHA

Fabrizio Bianconi

A gastronomia da ilha é grata ao incrível italiano que trouxe o que existe de mais sofisticado da Itália para St. Barth e colocou a ilha num patamar de altíssima qualidade. Além do restaurante L’Isola, aclamado pela crítica como um dos melhores do mundo, Fabrizio tem o L’Isoletta, também em St. Barth, e o Via Veneto, em Santa Monica, Califórnia. É entre esses dois locais que o italiano divide o ano, portanto conhece bem o que temos de melhor.

Em se tratando do universo masculino, ele indica:

  1. Um tour na adega La Cave du Port Franc, que fica no começo de Gustavia. Além dos melhores rótulos de vinho, Petrus, Lafite, Romanée Conti e Gaja, para citar alguns, a seleção de whiskys cresceu bastante nos últimos meses
  2. Uma pausa na La Casa Del Habano  em St. Jean para Intercalar um Cohiba Behike 54 com um cognac e um bom papo com a simpática proprietária, Sandrine
  3. Se gosta de rum, vá ao restaurante La Gloriette, em Grand Cul de Sac. Peça ao garçom para lhe mostrar a loja de rum que eles têm na parte de trás do restaurante
  4. A loja Vilebrequin em Gustavia ou no hotel Taiwana já é parada obrigatória ao chegar na ilha para compra de bermudas, mas ainda prefiro as camisas de linho da marca
  5. Vale a pena visitar a loja do hotel Eden Rock para conhecer a coleção de Rolex

Contato Fabrizio:

E-mail: info@lisolastbarth.com